Autor: Vitor Martins



Bruxelas quer garantir que “influencers” não fogem aos impostos

Cada vez há um maior foco nos rendimentos obtidos nas redes sociais. Em causa está o trabalho a que deram o nome de influencers. Contudo, esta atividade poderá não estar a pagar os impostos que deveria. Assim, a Comissão Europeia pretende assegurar que quem gera receitas com plataformas como o Facebook e o Instagram paga também “a sua quota-parte de impostos”. Esta ação mostra que Bruxelas apertar o cerco à evasão fiscal.




Disruption for Brands by SAPO

Evento Sapo

Ao longo de todo o dia, os participantes vão ter oportunidade de explorar o uso eficaz da tecnologia no mercado digital, analisar o crescimento da produção de content marketing e debater sobre o papel das marcas, entre outras temáticas que vão manter...


Redescubra a sua paixão pelo vinil

Os DP-400 e DP-450USB incluem um braço curvo com um ângulo de "tracking" otimizado, que se eleva e para automaticamente quando um LP chega ao fim da reprodução, além de um prato que suporta 33, 45 ou 78 rotações com...


×