II Seminário Cibersegurança e Cibercrime no IPVC

O Instituto Politécnico de Viana do Castelo tem apostado de forma consistente na formação, divulgação e debate nas áreas da cibersegurança e do cibercrime. Neste contexto, a mais recente formação avançada nesta área, a Pós-graduação em Informática de Segurança e Computação Forense, está a organizar o II Seminário de “Cibersegurança e Cibercrime”, a realizar no próximo dia 2 de junho.




Samsung “estraga” as contas do mundo Android

Num estudo intitulado "State of Mobile Device Performance and Health", o Instituto Blancco Technology Group revela que o iOS continua a ser a plataforma móvel com mais problemas (tal como já aconteceu no passado). Se no quarto trimestre de 2016 a taxa...


Cisco anuncia certificação Global Gold

O Global Gold permite vendas como parceiro Gold em qualquer lugar onde os parceiros tenham atividade registada, mantendo os benefícios do nível de Gold em todos os locais e adquirindo novos benefícios – incluindo experiência simplificada, a possibilidade de compra,...


Parabéns Devolo! 15 anos de sucesso

A ideia fundadora: Internet a partir da corrente elétrica A partir do que outrora foi a ELSA AG, a devolo depositou todos os seus esforços numa ideia central: usar o sistema elétrico de uma casa para transmitir dados. A empresa...


Tuga it Conference regressa a Portugal

O programa inclui ainda workshops para que os participantes tenham acesso a uma experiência hands-on com estas soluções e momentos de networking com speakers de renome internacional e gurus da tecnologia. O objetivo do evento é oferecer uma experiencia premium...


Decunify cresce 14% e aumenta equipa

Estratégia para 2017 Para o ano de 2017, a Decunify prevê um crescimento na casa dos 2 dígitos, e acredita que será um ano de ampliação e consolidação do portfólio da oferta integradora que já possui. A aposta nos serviços...


Notícias Falsas (Fake-News) e Algoritmos

Este novo tempo comunicacional é caracterizado pela destruição criativa da intermediação e filtragem, sendo estas substituídas por outras completamente novas, que para além dos defeitos e virtudes da intervenção humana tradicional, socorrem-se de meios de amplificação e manipulação automática, irreconhecíveis...


NOWO e NOS são as operadoras com mais reclamações

Nas reclamações sobre comunicações eletrónicas, os assuntos mais reclamados foram “Venda do serviço” (15,7% do total), o “Cancelamento do serviço” (14,4%), “Equipamento” (10,8%), “Faturação” (10,5%) e “Avarias” (9,6%). Destaque ainda para o aumento do número de reclamações relacionadas com “Alteração...


×