Detetor de espaços de estacionamento

Para que as horas passadas no carro, às voltas à procura de estacionamento, cheguem ao fim, a Siemens e os seus parceiros lançaram, em Berlim, o primeiro projeto-piloto do mundo que visa simplificar a procura de um espaço de estacionamento. A empresa instalou, para fins de teste e demonstração, sensores-radar em postes de iluminação de rua, que fornecem informações sobre a ocupação dos espaços para estacionamento. A rede de sensores instalada analisa uma área superior a 30 metros, que equivale a entre cinco a oito espaços de estacionamento.


Digital Tech Summit: 20 mil milhões de euros reunidos em Lisboa para investir

conferência Digital Tech Summit (DTS) arranca hoje no Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), em Lisboa. O evento, que reúne especialistas em empreendedorismo, tem como principais atrações 36 startups de 20 países e pretende funcionar como mostrador de tendências tecnológicas dos tempos mais próximos.

Até amanhã, será possível descobrir quais as novidades no que toca a conteúdos digitais, tecnologias de retalho, impressão 3D, comunicações móveis, big data, apps ou crowdfunding, entre outras áreas tecnológicas.



Fórum sobre Toponímia no Inst. Politécnico da Guarda

A toponímia assume-se como referência dos valores históricos, culturais de cada lugar e memória coletiva de factos, personalidades, tradições ou legados identitários. Se a toponímia tem uma importância inquestionável na delimitação de espaços, permite, por outro lado, apreender a matriz...


Comunicar em Segurança alargado à comunidade sénior

Colocando ao serviço da educação o seu know-how tecnológico, a Fundação Portugal Telecom lança mais uma edição do Comunicar em Segurança, programa de voluntariado que visa preparar alunos e professores para a utilização correta e segura das Tecnologias de Informação...


Aproximar o ensino e as empresas – um passo em frente

Através de um estudo elaborado pela Economist Intelligence Unit, observamos que os executivos inquiridos revelaram acreditar que a crescente automação do trabalho fará com que os empregadores procurem cada vez mais contratar pessoas com elevadas competências criativas e sociais. A...


×