Tags: informática

Portugal: Até 2020 serão precisos 15 mil informáticos

um momento onde o desemprego continua a registar valores acima do nível em que estava antes da crise, em Portugal as empresas continuam a procurar profissionais da área da informática mas dizem não encontrar as competências necessárias.

A Comissão Europeia prevê que até 2020 sejam mais de 900 mil as ofertas de emprego na área das TI, em toda a Europa, e em Portugal o número de profissionais necessários poderá chegar aos 15 mil.



O mau estado da informática do Estado

Há quatro anos, Francisco Rente, especialista em segurança informática e CEO da Dognaedis, coordenou um projeto, desenvolvido por investigadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, que concluiu que pelo menos um em cada cinco endereços de IP estatais testados era vulnerável a ataques que punham em risco a privacidade, integridade e confidencialidade da informação.

Numa escala de 0 a 10, o sistema de segurança informático do sector público obtinha apenas 4,1 pontos, sendo considerado “perigoso”.


Portugal: Em 2015 vão faltar 8 mil informáticos

No que se refere ao emprego, a área da informática é actualmente uma das com mais saída profissional. Em Portugal quase todas as Instituições de ensino superior oferecem cursos/formação nesta área mas continuam a faltar profissionais para dar resposta a todas as ofertas.

De acordo com o estudo E-Skills in Europe, em Portugal vão faltar 8 mil informáticos já em 2015.


×