O mau estado da informática do Estado

Há quatro anos, Francisco Rente, especialista em segurança informática e CEO da Dognaedis, coordenou um projeto, desenvolvido por investigadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, que concluiu que pelo menos um em cada cinco endereços de IP estatais testados era vulnerável a ataques que punham em risco a privacidade, integridade e confidencialidade da informação.

Numa escala de 0 a 10, o sistema de segurança informático do sector público obtinha apenas 4,1 pontos, sendo considerado “perigoso”.


O mau estado da informática do Estado

Destaques PPLWARE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

×