Novas normas europeias reduzem tempo de diagnóstico dos ataques cardíacos

Quanto mais cedo se obtiver um diagnóstico correto e fiável em casos de enfarte do miocárdio, mais rapidamente os doentes podem receber tratamentos que permitem salvar a sua vida.

Está comprovado que cada hora de atraso nesta fase aumenta o risco de mortalidade do doente.1 As novas orientações clínicas da Sociedade Europeia de Cardiologia defendem o conceito de algoritmo de 1 hora para o teste cardíaco Troponina T de elevada sensibilidade, como forma de antecipar em duas a cinco horas o diagnóstico do enfarte do miocárdio (ataque cardíaco), melhorando a gestão do doente nas urgências hospitalares.


Novas normas europeias reduzem tempo de diagnóstico dos ataques cardíacos

Destaques PPLWARE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

×