Bosch continua a recrutar em Portugal

Bosch continua a recrutar em Portugal

Roadshow de recrutamento junto de Universidades Portuguesas

A Bosch Portugal vai intensificar o processo de recrutamento de engenheiros portugueses a partir do final do mês de abril através de um roadshow em universidades de engenharia portuguesas. Para além desta atividade, a divisão Bosch Car Multimedia, com sede na Alemanha, levará a cabo um evento único para recrutamento de perfis de engenharia, em Lisboa, no final de maio.

Estas iniciativas encontram-se inseridas no plano, anteriormente divulgado pela empresa, para a duplicação do número de engenheiros alocados a projetos de investigação e desenvolvimento, que implica a passagem dos atuais 250 para 500 profissionais.


Bosch continua a recrutar em Portugal

Vitor Martins

CEO do Grupo Pplware.com, administrador e editor em áreas tecnológicas.

Destaques PPLWARE

5 Respostas

  1. k0izo diz:

    Para além de termos de pagar a divida aos bancos alemães, ainda enviamos engenheiros formados a custo zero para a Alemanha. As Universidades e o Estado Portugues nem 1centimo ganham em royalities. Imaginem se funcionasse como no mercado do Futebol…

    • É verdade, mas também é verdade que os alemães souberam governar o seu país e nós não! Estamos assim “dependentes” por muito mérito próprio.

    • Rui diz:

      Não culpes os alemães pelos nossos erros! Quando eles cometem erros e cometeram e hediondos, pagaram por isso! Pensarmos que podemos fazer tudo o que nos apetece e alguém que pague a factura é que não.
      Faço-te só umas breves perguntas se souberes responder:
      – Conheces alguma empresa de transportes públicos, nas mãos do estado/autarquias, que dê lucro? Não, pois não? Paga o Zé Povinho!
      – Quantos estádios de futebol existem por esse país a fora, até em municípios falidos sem dinheiro para levar o saneamento básico a todas as casas, ou reparar buracos, etc, mas têem um lindo estádio a caír de podre e que custa só à volta de 5 milhões de euros de manutenção anual? Paga Zé Povinho.
      – Quantas empresas municipais existem pelo país a fora, só para as Câmaras esconderem as dívidas? E que servem também para enpregar os “Zés cola-cartazes”? Paga Zé povinho!
      – Já que falei nos municípios, e que dizes dos centros interpretativos multimédia, pavilhões faraónicos, e outras obras sem o mínimo de sentido económico, mas que permite ao Rei lá do burgo meter nos panfletos que fez isto e aquilo….. com o dinheiro dos contribuintes? Paga Zé Povinho.
      – É que a Alemanha ao contrário de Portugal, sabe fazer contas. Em vez de alguém decidir como aconteceu connosco, fazerem o TGV só para desviar mais uns milhões para offshores, quando nunca vai ser rentável e ainda por cima estamos todos os anos a fechar Km de linhas férreas. Ou decidem fazer um novo aeroporto, só porque um tubarão que só diz asneiras e que já tem quase 100 anos comprou uns hectares no lugar do suposto aeroporto! Os alemães para gastarem 1 Euro, fazem as contas se é rentável ou se há interesse “PÚBLICO” para se gastar dinheiro.

      Não interessa, é outro mundo. Mas não culpes os políticos, porque esses são como tu e eu, portugueses!

      Se eles preferem recrutar em Portugal, temos de agradecer a alguém que nos dá valor e obriga as outras empresas a pagarem salários melhores. Porque podes ter a certeza que eles não pagam o salário mínimo a esses quadros!!!!!

      • António Pereira diz:

        Que estoiro …

        Na Grécia acontece o mesmo. Têm um país mergulhado em trampa por culpa própria, mas os culpados são os alemães.

        Depois alguns iluminados ainda aparecem a falar de dívidas dos anos 40. Ai se alguém se lembra de vir com as mesmas teorias para os Italianos por causa das aventuras do César, ou até as nossas ex-colónias …

  2. Rodolfo Santos diz:

    Os Alemães a fazerem um novo Holocausto… Neste caso financeiro com os povos do Sul da Europa. Eles ao menos aprendem com as páginas negras da sua historia. Desta vez não conquistam o mundo pela força… Nós nem conseguimos olhar para o estado-novo e tirar o que de lá havia de bom com medo que nos “colem” aos Salazaristas… Estes comentadores contentes com uns miseros postos de trabalho que provavelmente trabalham para os Alemães, só porque lhe deram um ordenadozito acima da média que lhes permite ver os restantes Portugueses (médios) do alto dos seus SUV alemães após a abertura do espaço economico para andarmos a enfardar salsichas alemãs e a endividar-nos por carros Alemães… Tenham dó, julgava-vos mais inteligentes que isso…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

×