Tags: cibercrime

II Seminário Cibersegurança e Cibercrime no IPVC

O Instituto Politécnico de Viana do Castelo tem apostado de forma consistente na formação, divulgação e debate nas áreas da cibersegurança e do cibercrime. Neste contexto, a mais recente formação avançada nesta área, a Pós-graduação em Informática de Segurança e Computação Forense, está a organizar o II Seminário de “Cibersegurança e Cibercrime”, a realizar no próximo dia 2 de junho.


Cibercrime russo: mais de 1.600 milhões de euros roubados em 3 anos

Os peritos do Departamento de Investigação de Incidentes em Computadores (CIID, na sua sigla em inglês) da Kaspersky Lab passaram os últimos três anos e meio a investigar mais de 330 incidentes de segurança que afetaram governos e organizações privadas. Mais de 95% destes incidentes usaram software malicioso, muitas vezes com êxito, para roubar dinheiro. Todos os detalhes estão agora compilados no relatório ‘O cibercrime russo: como funciona’.


70% dos ataques às empresas são “culpa dos funcionários”

Segundo avaliações relativas a arquiteturas de segurança levadas a cabo pela Dimension Data nos ambientes empresariais dos seus clientes, foram conclusivas as provas de que os utilizadores finais se estão a tornar alvos cada vez mais populares para cibercriminosos.

A razão parece ser simples, actualmente os funcionários estão a habituar-se a ter acesso em tempo real aos dados empresariais, e como resultado estão também a tornar-se alvos preferenciais. De facto, os utilizadores estão a transformar-
se no ponto de entrada do atacante quando este visa a organização.


×