Autor: Pedro Pinto

Ford economiza energia suficiente para alimentar uma Cidade como a Amadora

A Ford Europa está a caminho de alcançar uma redução de 25 por cento no uso de energia por veículo produzido entre 2011 e 2016, fruto de investimentos de 23 milhões de euros visando especificamente o desperdício de energia.

Para as fábricas europeias da Ford isto significa que a cada ano a Ford vai economizar cerca de 800 gigawatt/hora por ano, aproximadamente a quantidade de energia utilizada anualmente por uma cidade do tamanho da Amadora.


Cisco e IDC tomam pulso às tendências de segurança em Portugal

A IDC Portugal, com o apoio da Cisco, está a realizar um estudo através do qual pretende identificar as principais tendências de adopção de soluções de segurança nas organizações portuguesas. Entre os principais tópicos que se pretende compreender estão os riscos, as tecnologias e as despesas associadas à área de segurança de informação, bem como outras questões de governação.


Fórum sobre Toponímia no Inst. Politécnico da Guarda

Na Guarda vai realizar-se no próximo dia 30 de outubro, um novo Fórum sobre Toponímia, organizado pelo Instituto Politécnico.

“O Novo Regulamento de Toponímia da Guarda”, “As práticas lúdico-desportivas e a Toponímia”, “Da Toponímia da Guarda: a Praça de Luis de Camões”, “A importância da Toponímia nos levantamentos Arqueológicos”, “A toponímia da cidade da Guarda em Manhã Submersa e Estrela Polar, de Vergílio Ferreira”, “Toponímia da Guarda” e “Des/Re)territorialização” são as comunicações agendadas.


Transformação digital – O fim de muitas empresas líderes

Nos próximos cinco anos, a transformação digital fará desaparecer do mercado cerca de 40% das atuais empresas líderes. Além disso, 75% das ditas empresas ainda não mediram os riscos de não priorizar a sua estratégia digital. Quem o diz é o Centro Global para a Transformação Digital dos Negócios, uma iniciativa da Cisco e do Institute of Management Development (IMD) de Lausanne, na Suíça.


Siemens vai aumentar percentagem de mulheres na gestão de topo

Siemens pretende aumentar a percentagem de mulheres nas posições de gestão de topo da empresa. Até ao final de Junho de 2017, a percentagem em cada um dos dois níveis da gestão de topo da empresa, na Alemanha, deverá aumentar para 10%.

Para o Conselho de Administração da empresa, o Conselho Fiscal da Siemens, fixou, como objetivo mínimo, manter o nível existente, até 30 de Junho de 2017. Lisa Davis e Janina Kugel fazem neste momento parte do Conselho de Administração da empresa, composto por sete membros. Com seis membros femininos, o Conselho Fiscal da Siemens AG já cumpre a quota de 30% de mulheres.


Volkswagen em evidência nos social media

Entre 21 e 27 de Setembro de 2015, 9% do conjunto de menções observadas em sites como Facebook, Twitter, Google+, Instagram, Blogs, Fóruns, Youtube e Notícias RSS, foram relativas à Volkswagen, que enfrenta um dos momentos mais críticos da sua...


Apple: a mais popular no acesso móvel

A infografia compara o top 5 português das marcas mais populares com outros quatro mercados europeus - Bélgica, Luxemburgo, Dinamarca e Polónia - e revela as principais diferenças entre eles. A Apple é líder isolada, com a excepção da Polónia,...


×