Portugueses criam loiça para aquecer alimentos em sistemas de indução

Uma equipa da Universidade de Aveiro (UA) está a desenvolver louça em cerâmica, alternativa à existente no mercado, que permita a utilização em sistemas de indução. Vantagens? Em comparação com os materiais usados atualmente para este fim, incorporando aço inoxidável ou ferro ou até mesmo a porcelana, a cerâmica de grés fino permitirá uma redução do peso e custo. Para já, conseguiu-se uma solução que preserva o calor e aquece os alimentos, ideal para o sector hoteleiro e hospitalar, sendo previsível o início de produção em março de 2016.


TAP investe 11 milhões de euros em tecnologia sharklet

A TAP Portugal é a primeira companhia na Europa e a segunda a nível mundial a introduzir a tecnologia sharklet através da modificação nas oficinas de manutenção de Lisboa de 12 aviões da família A320.

Trata-se de um dos investimentos que a companhia nacional já decidiu nas últimas semanas – outro já tornado público foi o da aquisição de 53 novas aeronaves – tendo em vista a melhoria imediata do seu produto por forma a oferecer aos clientes o melhor serviço do mercado.




LaserLeap – A seringa portuguesa que não pica

Foi este Sábado que foi apresentada oficialmente o projecto LaserLeap - A seringa portuguesa a laser. Fundada por um grupo de investigadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), a LaserLeap Technologies é uma startup de base tecnológica incubada no...


Sabia que há 40 Scaleups em Portugal?

Uma das principais conclusões deste estudo é que Portugal está a recuperar da crise económica e financeira dos últimos anos e a marcar fortemente o seu território no mapa europeu de startups, com uma comunidade de empreendedores capazes de produzir...


×